Incentivos

Os incentivos devem ser encarados como uma fonte de competitividade e como alavanca para o crescimento e para a criação de valor de projetos ou ideias de negócio. A decisão de investir é um ato de coragem alicerçada num plano de negócios que mede a viabilidade do projeto, as forças e fraquezas do mesmo, o ambiente de negócio e as fontes de financiamento.

A par do financiamento por capital próprio e alheio, a decisão de apresentar uma candidatura a um sistema de incentivos deve ser ponderada e bem delineada dada a extensa oferta de mecanismos que se encontram à disposição das empresas e dos investidores.

Consulte a seguir as fichas resumo de sistemas de incentivo disponíveis no programa Portugal2020:

A Sentimento de Mercado auxilia na identificação do melhor modelo de financiamento incluindo a candidatura ao sistema de incentivos mais capaz de responder às necessidades do projeto.

Os incentivos que se encontram à disposição das empresas e investidores podem ser de cariz financeiro ou fiscal, apoiando as várias vertentes do negócio tais como o investimento em ativo fixo, investigação e desenvolvimento, formação, recursos humanos, fundo do maneio, internacionalização ou no reforço nas diversas competências da empresa (qualificação).

Os serviços que disponibilizamos são:

  • Diagnóstico e seleção do sistema de incentivo;
  • Apresentação da candidatura;
  • Acompanhamento da candidatura com os vários organismos responsáveis (Turismo de Portugal, AICEP, IAPMEI, CCDR, entre outros) e programas como Portugal2020 e Horizonte2020;
  • Apoio na elaboração dos pedidos de reembolso e na organização do dossier do projeto.

No que se refere aos incentivos fiscais destacam-se:

  • SIFIDE – sistema de incentivos fiscais em investigação e desenvolvimento empresarial;
  • RFAI – Regime fiscal de apoio ao investimento.